Empréstimo Pessoa Física

Desde a estabilidade do mercado financeiro com o lançamento do plano real em 1994 a realização de empréstimos passou a ser uma negociação mais comum entre a população, deixando de ser considerada uma negociação de alto risco para os contratantes em vista das altas taxas de juros emprestimo.

Hoje, apesar das taxas ainda serem um tanto altas, os empréstimos pessoais começaram a ser utilizados em suas diversas modalidades para resolver problemas mais simples, como pagar o cheque especial ou uma divida antiga, como também passaram a ser contratados para a realização daquele sonho do consumo, como aquela viagem tão sonhada, para a compra do carro e da casa. São muitas modalidades de empréstimo pessoa física colocada a disposição dos clientes, são empréstimo em folha, empréstimo para autônomo, empréstimo para servidor publico, empréstimos pela internet, empréstimo consignado, crédito estudantil, empréstimo para aquisição da casa própria, empréstimo para compra de automóveis... enfim, uma infinidade de modalidades, que se adaptam a todas as necessidades.

O empréstimo pessoa física é um crédito pessoal do qual não precisamos comprovar onde pretendemos empregar o dinheiro, e assim é muito procurado. Mas mesmo com o mercado financeiro estável não quer dizer que as taxas de juros sejam amigáveis, o Brasil ainda é um dos países que cobra as maiores taxas de juros e as maiores tarifas, portanto na hora de contratar um empréstimo pessoa física é muito importante pesquisar, é claro que é sempre mais interessante realizar o empréstimo na agencia onde você já tenha conta, é mais fácil e menos burocrático, mas muitas vezes essa facilidade sai muito caro para o seu bolso, por isso não existe, pesquise em outras agencias as taxas de juros e tarifas cobradas, faça simulações e veja exatamente quanto você vai pagar pelo dinheiro que esta pegando emprestado. Não esqueça a função principal do banco é emprestar dinheiro, uma vez que esta é sua mercadoria, assim ele empresta o dinheiro através de empréstimos para pessoas físicas e empresas e cobra um preço por esse dinheiro, que é o seu lucro, esse preço são as taxas de juros e tarifas que nós pagamos, assim vale a pena pesquisar, pois essas tarifas podem varias. Além do mais você tem que observar também os prazos oferecidos e as tarifas em cada prazo, porque um empréstimo pessoa física em 36 vezes tem uma tarifa de juros, e um empréstimo pessoa física em 48 vezes normalmente tem uma tarifa bem maior, que na maioria das vezes não é viável, ou no mínimo muito cara, assim você precisa analisar a tarifa cobrada em cada modalidade de empréstimo de pessoa física oferecida, pois a cada prazo diferente há uma tarifa diferente.

Enfim, o empréstimo pessoa física pode ser uma boa solução para o seu problema ou mesmo para realizar aquele sonho de consumo, porém é muito importante pesquisar e analisar atentamente as condições de prazo e tarifas praticadas antes de fazer o empréstimo.

Gostou do artigo sobre Empréstimo Pessoa Física? Veja mais sobre Emprestimo aqui!